Patalliro! (Fim)

E aqui estão os dois últimos episódios. 👏👏👏

“Ué, mas hoje é quarta, Patalliro não saía só na quinta?” Pois é, mas como estava na empolgação de acabar o anime e consegui terminar os dois últimos episódios com bastante antecedência, resolvi aproveitar esse “dia especial” para postá-los: Foi no dia 13 de maio de 1983, 37 anos atrás, que o último episódio de Patalliro foi ao ar.

Queria fazer todas essas frescuras de lançar em dia específico e tudo mais porque esse é um projeto muito especial para mim. Já comentei isso na postagem comemorativa de 4 anos, mas não custa repetir kk. Quando comecei a legendar Patalliro em 2018, não fazia ideia da dimensão que esse projeto teria (em termos de dificuldade) e nem da importância que ele ia ganhar para mim ao longo desses dois anos. Os personagens me cativaram muito, e os visuais maravilhosos com rosas e tudo mais nunca deixam de me encantar. Até mesmo o humor absurdo e muito datado me conquistou, de certa forma.

Ah sim, e antes que alguém pergunte: eu vou sim traduzir o filme Stardust Keikaku e Saiyuuki. Quanto ao live action, não posso prometer nada, ele não foi legendado em nenhuma língua até agora. (E também já estou traduzindo Tonde Saitama). Não sei quando vou lançar esses projetos, então tenham paciência e esperem aí.

Esse é o projeto mais longo do fansub até agora. (Mesmo que Koneko no Chi tenha 51 episódios, eles só tinham 12 minutos de duração). E foi, de longe, o que mais me deu trabalho pra traduzir. O processo de traduzir esses episódios foi super complicado, e eu sei que o resultado final está longe de estar 100% correto, mas eu dei o meu melhor para ficar o mais exato possível. Por isso, agradeço muitíssimo ao site Onadoru Euphoria por disponibilizar scripts traduzidos do mangá. Sem eles, esse projeto nunca teria acontecido.

Enfim, fiquem aí com as notas de tradução:

(Aviso/Spoilers: há cenas de abuso sexual nos dois episódios. Se esse for um assunto delicado para você, tome cuidado ao assistir).

Episódio 48:

Debakameka – ver notas do episódio 39.

O trocadilho que o Tamanegi faz sobre “pescar” é com o termo “sukui” (すくい). Sukuiyo no nai (すくいようがない) pode significar “não tem jeito”/”não tem salvação” e “não pega” no sentido de pegar os peixes com a rede.

Episódio 49:

A música que Patalliro e os Tamanegi cantam quando estão voando é Kato Hayabusa Sentotai, uma música militar.

Namandabu é um sutra budista.

“Ponpoko” é o barulho que os tanuki fazem (ver notas do episódio 41).

10 comentários

  1. Acabei não acompanhando esse projeto por não ser o meu estilo de anime, mas tenho que lhe parabenizar por toda a dedicação ao projeto, legendar um anime desse tamanho por si só já seria uma tarefa complicada, fazer isso com todo o cuidado apontar cada pequenos detalhe nas notas da tradução é algo que só um fã consegue haha

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s